Novas diretrizes para o tratamento de pneumonia hospitalar e PAV

Divida com seus amigos o que você leu!

Novas diretrizes que oferecem recomendações baseadas em evidências para a prevenção, diagnóstico e tratamento de pneumonia foram publicadas pela Infectious Diseases Society of America (IDSA) e American Thoracic Society na edição de julho do periódico Clinical Infectious Diseases. As últimas recomendações sobre pneumonia hospitalar e pneumonia associada à ventilação mecânica (PAV) foram publicadas em 2005 e, desde então, novos estudos trouxeram conhecimentos adicionais sobre o diagnóstico e tratamento dessas patologias. Além disso, nos 11 anos que se passaram desde a publicação dessas diretrizes, foram registrados vários avanços na metodologia de diretrizes baseadas em evidências.

Ler mais

Cuidado de paciente de UTI em ventilação mecânica deve mudar

Divida com seus amigos o que você leu!

Um estudo brasileiropublicado no The New England Journal of Medicine deverá mudar em todo o mundo o tratamento de portadores da Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo (SDRA), que causa insuficiência respiratória e requer o uso de ventiladores mecânicos em Unidades de Terapia Intensiva (UTI).

Após analisar dados de 3.562 participantes de nove diferentes estudos, um grupo de pesquisadores do Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (InCor-HC-FMUSP) concluiu que

Ler mais

Pessoas com cálculos renais são mais propensas ao risco de fraturas

Divida com seus amigos o que você leu!

As pessoas que formam cálculos renais podem ter um incremento no risco de fraturas, segundo um novo estudo.

Utilizando a base de dados da Rede para Melhoria da Saúde, a Dra. Michelle R. Denburg do Hospital Infantil da Filadélfia e da Escola de Medicina Perelman da Universidade da Pensilvânia na Filadélfia, e seus colaboradores estudaram um estudo coorte retrospectivo de 51.785 indivíduos com urolitíase e 517.267 sujeitos pareados por idade, gênero sexual e exercício clínico, selecionados de maneira randomizada.

Ler mais

Taxas de hospitalização por meningite e sepse causadas por Haemophilus influenzae, Neisseria meningitidis e Streptococcus pneumoniae

Divida com seus amigos o que você leu!

Fonte: Medisuite.ir   Um artigo foi difundido no periódico The Lancet Infectous Diseases e seus pesquisadores afirmaram que as infecções por Haemophilus influenzae, Neisseria meningitidis e Streptococcus pneumoniae são causa de mortalidade considerável e morbidade a longo prazo nos crianças. Não se conhece nenhum estudo que avalie as tendências a longo prazo nas taxas de admissão por meningite e sepse causadas por estes micro-organismos patogênicos em crianças da Inglaterra. O propósito do estudo foi realizar tal estudo utilizando dados sistematicamente relatados na Inglaterra. Neste estudo de observação baseado na população, utilizou-se séries de dados

Ler mais

A proporção de alarmes clinicamente relevantes diminui à medida que diminui a gravidade clínica dos pacientes em unidades de terapia intensiva: um estudo piloto

Divida com seus amigos o que você leu!

Fonte: Hospital Moriah

Os objetivos de um estudo publicado no BMJ Open foram determinar (1) a proporção e o número de alarmes clinicamente relevantes com base no tipo de dispositivo de monitoramento, (2) se a gravidade clínica do paciente, com base na pontuação da avaliação sequencial de falência de órgãos (SOFA), afeta a proporção de alarmes clinicamente relevantes e sugerir (3) métodos para reduzir alarmes clinicamente irrelevantes em uma unidade de terapia intensiva (UTI).

Ler mais

Nível de atividade afeta resultados de intervenções ortopédicas

Divida com seus amigos o que você leu!

De acordo com uma revisão da literatura publicada na edição de julho do Journal of American Academy of Orthopaedic Surgeons (JAAOS), o nível de atividade dos pacientes é um forte preditor de quão bem eles se sairão com certos tratamentos e de quão bem eles se recuperam das lesões depois do tratamento. Os pacientes são encorajados a perguntar a seu médico ortopedista se o nível de atividade é um fator importante na sua decisão de tratamento. Por exemplo, pacientes mais ativos estão em maior risco

Ler mais

Elevação da Troponina T em pacientes críticos com sepse – Resenha de artigo

Divida com seus amigos o que você leu!
Fonte: Wikipedia

É sabido que a elevação da troponina tem importância prognóstica em pacientes em estado crítico. O objetivo desse estudo, publicado no American Journal of Medicine, foi avaliar se elevações da troponina T cardíaca estão independentemente associadas com mortalidade durante a internação, a curto (30 dias) e longo prazo (3 meses), em pacientes em unidade de terapia intensiva admitidos com sepse, sepse grave, e choque séptico depois de corrigido pela gravidade da doença com o sistema de Avaliação da Fisiologia Aguda, Idade e Saúde Crônica III.

Ler mais

Exame de urina pode ajudar no diagnóstico de câncer de próstata, afirma estudo

Divida com seus amigos o que você leu!

20140330-174203.jpg

Segundo uma nova pesquisa, um teste de urina pode ser melhor para identificar o risco de um homem de desenvolver câncer de próstata do que os métodos existentes.

Ler mais

Mulheres são mais propensas a não ter dor torácica durante síndrome coronariana aguda, diz estudo

Divida com seus amigos o que você leu!

De acordo com um estudo canadense da University of British Columbia,  a proporção de mulheres que não sentiram dor torácica durante síndromes coronarianas agudas (SCA) é maior do que homens com idade menor ou igual a 55 anos, embora a dor no peito seja o sintoma mais comum para ambos os sexos.

Ler mais

Artigo da semana: ‘Condições de trabalho de enfermagem e adoecimento: motivos para a redução da jornada de trabalho para 30 horas’, por Vanda Elisa Andres Felli

Divida com seus amigos o que você leu!

INTRODUÇÃO

Há a constatação de que a enfermagem, enquanto trabalho inserido no setor terciário da economia, na prestação de serviços de assistência à saúde, sofre o impacto das políticas sociais e econômicas capitalistas do País. Um dos impactos é constatado pelas más condições de trabalho, o que é inquestionável e comprovado pelo adoecimento dos trabalhadores, cujo adoecimento não tem transparência ou visibilidade nas estatísticas oficiais.
Para melhor compreensão do adoecimento dos trabalhadores é necessário refletir sobre como isso ocorre e quais são as evidências dessa problemática.

Ler mais