Exame de capacidade pode passar a ser exigência para registro no sistema COFEN/CORENs

Tramita na Câmara dos Deputados o Projeto de Lei 4930/16, do deputado Lucio Vieira Lima (PMDB-BA), que condiciona a concessão do registro profissional de enfermagem à aprovação em exame de suficiência. O texto inclui a regra na Lei 7.498/86, que regulamenta o exercício da enfermagem.

Deputado Lucio Vieira Lima (PMDB-BA)

Esse tipo de exame, já realizado por conselhos de classe de algumas profissões, testa a capacidade de realização das atribuições depois de o profissional estar formado. Pela proposta, o exame será realizado

Ler mais

Sindrome da Abelha-Rainha: obscurecendo as questões entre profissionais de enfermagem | Nursing Crib

Divida com seus amigos o que você leu!
Síndrome da Abelha-Rainha: uma realidade na Enfermagem

Gentileza e cuidado têm sido muitas vezes considerados sinônimos de Enfermagem. Quando as pessoas mencionam “enfermeiros (as)”, eles (as) são muitas vezes vistos (as) como pessoas de fala mansa, de aparência gentil em jalecos brancos, capazes de fazer o bem para os outros. Há pessoas de fora da profissão que sempre imaginaram como deve ser trabalhar com esses anjos de bom coração. No entanto, o que eles não sabem é que uma certa escuridão e algumas coisas-não-tão-boas na verdade acontecem dentro das quatro paredes do hospital.

Ler mais

Ressuscitação Cardiopulmonar (RCP): uma habilidade que salva vidas

Divida com seus amigos o que você leu!

20140329-195714.jpg

De acordo com Marion Leary (RN, MSN, diretora-assistente de pesquisa clínica na Universidade do Centro da Pensilvânia para Ciência da Ressuscitação, na Filadélfia, Estados Unidos), “a parada cardiorrespiratória (PCR) pode acontecer a qualquer momento, em qualquer lugar.” Quando bem desempenhada, a ressuscitação cardiopulmonar (RCP) aumenta as taxas de sobrevivência após os episódios de PCR.

Ler mais

A diferença entre burnout e tédio

Divida com seus amigos o que você leu!

Enfermeiros frequentemente discutem sobre burnout, que pode, às vezes, ser chamado de fadiga da compaixão. Independentemente de qual termo utilizado, os enfermeiros estão em risco porque o nosso trabalho exige competências técnicas complexas, uma base de conhecimento em constante expansão, resistência física e pensamento crítico, uma vez que os sintomas do paciente muitas vezes não apresentam da mesma forma descrita nos livros didáticos estudados na escola de enfermagem.

Ler mais

Post inaugural: O que esperar da Enfermagem brasileira?

Divida com seus amigos o que você leu!

Há muito tenho ouvido falar sobre o papel da Enfermagem na sociedade. Passei semestres inteiros estudando a evolução do seu conceito, como eram vistas as pessoas que compunham a sua força de trabalho e, principalmente, como a sociedade percebia as atividades da Enfermagem.

Dentre os vários períodos históricos pelos quais passamos, aquele denominado Idade das Trevas
sempre me chamou a atenção. Uma figura no surrado livro de História da Enfermagem retratava mulheres bêbadas durante o exercício da assistência. E despertava em mim, ávido estudante de graduação, uma vontade louca de voltar no tempo e organizar toda aquela bagunça. A mesma vontade que eu sentia de mandar de volta para as seleções dos vestibulares aqueles estudantes que diziam estudar Enfermagem porque foi mais fácil passar na prova ou que os pontos obtidos no vestibular só foram suficientes para conseguir vaga nesse curso.

Ler mais