8 drogas que precisamos conhecer nas emergências em UTI

Divida com seus amigos o que você leu!

Quando se trata de assistência ao paciente gravemente enfermo, muitos profissionais de enfermagem temem a falha. Não conseguir lidar com a grande quantidade de procedimentos complexos, não suportar a (grande) responsabilidade que se tem sobre a vida de um paciente, não se acostumar com os bips bips bips dos alarmes dos monitores (e ventiladores, bombas de infusão etc) e, em especial, não saber absolutamente nada muito sobre as drogas utilizadas em terapia intensiva.

Então você está prestes a assumir uma vaga em Unidade de Terapia Intensiva e está… surtando?
Ou já trabalha em UTI e quer apenas atualizar/complementar/revisar seus conhecimentos?

Ok. Talvez eu possa te ajudar um pouco!

Neste post listarei oito drogas que são frequentemente utilizadas em emergências no ambiente de UTI. Basicamente, drogas

Ler mais

Traumatismo Cranioencefálico (TCE) em crianças

Divida com seus amigos o que você leu!
Imagem: Revista Crescer. Editora Globo.

As crianças hoje em dia podem ser muito ativa. As chances são de que elas se machuquem e precisem de tratamento imediato. Uma das lesões em crianças que devem ser evitadas é o Traumatismo Cranioencefálico (TCE). O trauma craniano é considerado uma das causas mais comuns de morte e incapacidade em crianças. O cérebro de uma criança é relativamente maior do que o seu corpo, portanto, qualquer trauma ou impacto excessivo pode causar instabilidade nas estruturas de apoio.

Fisiopatologia do TCE

Ler mais

Ressuscitação Cardiopulmonar (RCP): uma habilidade que salva vidas

Divida com seus amigos o que você leu!

20140329-195714.jpg

De acordo com Marion Leary (RN, MSN, diretora-assistente de pesquisa clínica na Universidade do Centro da Pensilvânia para Ciência da Ressuscitação, na Filadélfia, Estados Unidos), “a parada cardiorrespiratória (PCR) pode acontecer a qualquer momento, em qualquer lugar.” Quando bem desempenhada, a ressuscitação cardiopulmonar (RCP) aumenta as taxas de sobrevivência após os episódios de PCR.

Ler mais

Serie ‘O Que Fazer?’ – Abordagem ao paciente dispneico

Divida com seus amigos o que você leu!

Um pouco de teoria

Dispneia é a sensação de falta de ar, com respiração difícil ou desconfortável, sendo um dos mais significativos sintomas da insuficiência respiratória (IR). No atendimento às urgências e emergências, a insuficiência respiratória sobressai como um agravo que requer cuidado especial em face de sua gravidade. Na IR o sistema respiratório mostra-se incapaz de manter as trocas gasosas adequadas, o que resulta na dificuldade em captar e transportar o oxigênio (O2), ou, ainda, eliminar gás carbônico (CO2).

Ler mais