Terapia de substituição renal contínua para recém-nascidos e crianças pequenas já tem máquina de diálise apropriada

A diálise peritoneal é a terapia de substituição renal de escolha para lesão renal aguda em recém-nascidos, mas em alguns casos ela não é viável ou pode não ser eficaz. As máquinas de Terapia de Substituição Renal Contínua (da sigla em inglês CRRT, para Continuous Renal Replacement Therapy) são usadas em crianças menores de quinze quilos, mesmo sem indicação nos seus manuais e não sendo projetadas especificamente para crianças pequenas. O objetivo do presente trabalho foi projetar e criar uma máquina de CRRT especificamente para recém-nascidos e crianças pequenas.

Foi feito um projeto prospectivo, planejado em cinco anos, para conceber, projetar e criar uma miniatura de uma máquina de diálise de emergência, chamada Cardio-Renal Pediatric Dialysis Emergency Machine (CARPEDIEM), especificamente para recém-nascidos e crianças pequenas. Os pesquisadores, com a coordenação do Dr. Claudio Ronco, criaram o novo dispositivo e fizeram testes de laboratório in vitro. Completaram o seu desenvolvimento para atender às exigências regulamentares e obtiveram uma licença para uso em humanos. Uma vez aprovada, a máquina foi utilizada para o tratamento de um recém-nascido criticamente doente.

As principais características da CARPEDIEM são o baixo volume para o primeiro enchimento do circuito (menos de 30 ml), bombas de rolamentos em miniaturas e controle de ultrafiltração preciso através de balanças calibradas com uma precisão de um grama. Testes in vitro confirmaram as especificações exigidas do hardware e do software. Foi atendido um neonato com 2.900 gramas com choque hemorrágico, disfunção de múltiplos órgãos e sobrecarga grave de líquidos por mais de 400 horas com a CARPEDIEM, usando hemofiltração venovenosa contínua, diálise de albumina por passagem única, troca de sangue e troca de plasma. Cerca de 65% da sobrecarga de fluidos do paciente, as concentrações elevadas de creatinina e de bilirrubina e a acidose grave foram todos gerenciados de forma segura e eficaz. Apesar da gravidade da doença, a função do órgão foi restaurada e o recém-nascido sobreviveu, recebendo alta hospitalar com uma leve insuficiência renal, que não necessitou de terapia de substituição renal.

A máquina CARPEDIEM CRRT pode ser usada para fornecer várias modalidades de tratamento e apoio para a disfunção de múltiplos órgãos em recém-nascidos e crianças pequenas. A CARPEDIEM pode reduzir o leque de indicações para a diálise peritoneal, aumentar as indicações para a CRRT, fazer com que o uso de métodos contínuos como a CRRT seja menos traumático e expandir o seu uso como terapia de suporte mesmo quando a terapia de substituição renal completa não estiver indicada.

Fontes:
The Lancet, volume 383, número 9931, de 24 de maio de 2014
NEWS.MED.BR, 2014.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s